LATAM Cargo Group
LATAM Cargo Group

LATAM CARGO CONSOLIDA SEU POSICIONAMENTO ENTRE AMÉRICA DO SUL, LOS ANGELES E CIDADE DO MÉXICO COM UMA OFERTA ESTÁVEL E ROBUSTA

Julho de 2020.- Em abril, a LATAM Cargo anunciou a incorporação de Los Angeles (Estados Unidos) e Cidade do México (México) à sua rede de cargas, com o objetivo de mitigar o impacto gerado pela redução da capacidade gerada pela falta de voos em aeronaves de passageiros com a qual atendia esses mercados, mantendo sua operação em mercados relevantes aos seus clientes.

Após sua incorporação, a LATAM Cargo consolidou sua oferta tornando-se pilar fundamental para conectar permanentemente a América do Sul com o oeste da América do Norte. Especificamente, é a única companhia aérea que oferece um itinerário e capacidade estáveis.

Salientamos que a oferta da LATAM Cargo nessas áreas se destaca pela robustez de sua rede, pois é a única que oferece rotas diretas que permite o Chile a Los Angeles e Cidade do México, e o Peru à Cidade do México. Da mesma forma, oferece uma conexão direta de Los Angeles e México ao Chile e Peru. Além disso, a LATAM Cargo oferece a possibilidade de estender sua cobertura, conectando a parte oeste da América do Norte ao Brasil e Argentina via Santiago do Chile.

Para o norte, essas rotas favorecem a exportação de produtos da América do Sul, como salmão do Chile, perecíveis e têxteis do Peru e carga geral do Brasil. Em particular, a rota para Los Angeles é especialmente relevante para a exportação de produtos perecíveis, pois é um centro de conexão com o continente asiático. Resumidamente, a empresa disponibiliza 350 toneladas de capacidade por semana da América do Sul para a parte ocidental da América do Norte.

Por outro lado, ao oferecer conectividade de Los Angeles e Cidade do México, a LATAM Cargo beneficia o fornecimento de perecíveis da América do Sul – principalmente frutas e legumes -, medicamentos, produtos eletrônicos, peças para aviões, carros e mineração, entre outros itens. De Los Angeles e Cidade do México à América do Sul, a empresa totaliza uma oferta semanal de 190 toneladas.

“A incorporação de Los Angeles e da Cidade do México à nossa rede de carga faz parte da nossa estratégia focada em fornecer uma oferta robusta de conectividade para o interior da América por meio de uma solução confiável e permanente para nossos clientes. Essas medidas são complementadas pelo aumento de frequências entre a América do Sul e a América do Norte implementadas no início da pandemia, com as quais consolidamos nossa posição na região “, afirmou Kamal Hadad, diretor de alianças e rede da LATAM Cargo.

 Outras medidas adotadas pela LATAM Cargo

Durante os últimos quatro meses, e no contexto da pandemia, o Grupo LATAM Cargo realizou uma série de modificações em seu itinerário e operação com o objetivo de mitigar os efeitos negativos gerados pelas às restrições das operações em das aeronaves de passageiros aos seus clientes, além dessa medida, avaliam constantemente sua operação para satisfazer as necessidades de seus clientes.

Uma das medidas adotadas foi quintuplicar o fornecimento de carga entre Santiago (Chile) e Miami (Estados Unidos), passando de 6 a 31 frequências semanais para fornecer uma solução robusta aos exportadores de salmão, uma das principais indústrias do Chile. Além do exposto, aumentou a conectividade de Miami para a América do Sul em 15%, passando de 23 para 26 frequências.

Com relação à operação, a empresa começou a utilizar regularmente aeronaves de passageiros para o transporte exclusivo de carga em rotas internacionais e domésticas, utilizando diferentes materiais, incluindo B777, B787, B767, A320 e A321. Em alguns casos, incorporou o uso do “seat container” na cabine de passageiros para otimizar a capacidade de transporte de. Com essa estratégia, a LATAM Cargo complementa a capacidade entregue por sua frota de carga exclusiva composta por onze B767Fs.