transporte-celulas-madre-1024x576
transporte-celulas-madre-1024x576

Pela primeira vez, LATAM Cargo transporte células tronco para uma criança com leucemia

Quarta- feira, 1º de abril, às 19h, em Frankfurt, na Alemanha, uma aeronave de cargas realizou um voo exclusivo até Santiago do Chile para o transportar de células troncos destinas para uma criança de 9 anos com leucemia linfoblástica aguda. O comandante do Boeing 767-300F foi o guardião desse precioso material, efetuado pela primeira vez na história da LATAM Cargo.

Devido ao fechamento das fronteiras os aviões de cargas são os únicos com permissão de trânsitos nos espaços aéreos dos diversos países, pois contribuem para o abastecimento das diversas regiões. Essa iniciativa executada em conjunto com a Fundação DKMS, que possui a missão de encontrar doadores compatíveis com pacientes com leucemia e facilitar o aceso ao tratamento em qualquer lugar do mundo.

A LATAM Cargo assumiu o compromisso de transportar células troncos compatíveis com uma menina de 9 anos. Essa complexa operação ocorreu por meio de uma equipe multifuncional composta por mais de 30 pessoas que executaram o planejamento dessa operação assim como o treinamento da tripulação técnica dentro dos protocolos internacionais para manuseio e transporte das células troncos.

Este voo faz parte do programa Avião Solidário da companhia, que há nove anos auxilia no transporte da área da saúde na Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Peru e Chile. O programa viabiliza o transporte de pacientes que precisam receber tratamento médico, equipes multidisciplinares de saúde, órgãos, tecidos e células-tronco, além de suprimentos médicos e medicamentos.

“Neste momento em que muitos estão desligando seus motores, existem operações que ficam cada vez mais fortes, como o nosso Avião Solidário. Estamos enfrentando a maior crise da nossa história, mas não vamos parar. Nos esforçaremos ao máximo para que dar uma chance de vida a quem necessita”, disse Gonzalo Contreras, comandante da LATAM Cargo e quem pilotou o avião com as células-tronco.

Por sua vez, a Diretora Executiva da DKMS Chile, Ignacia Pattillo, afirmou ”enquanto muitos hospitais estão atrasando os tratamentos e cirurgias que não são urgentes, há casos que não podem esperar, como pacientes com leucemia que necessitam de um transplante de células-tronco com urgência, antes que a doença fique fora de controle”.

Veja o vídeo aqui.